Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

antes poema que nunca

analecta das estranhas madrugadas | poesia 2020-21

antes poema que nunca

analecta das estranhas madrugadas | poesia 2020-21

Mais sobre mim

| A Analecta |

que as palavras destes tempos me permitam ver, um dia, de que forma esta estranheza se infiltrou em mim e mudou a minha voz